Você não vai mais morar como antigamente

Trabalho como corretor há 10 anos. Nesse tempo, pude perceber que o perfil do comprador de imóveis mudou bastante. Com isso, morar como antigamente já não é mais possível devido a alguns aspectos importantes: tanto pelo lado do cliente como pelos novos empreendimentos construídos.

Como já sabemos, as famílias vem diminuindo cada vez mais. É comum vermos aqui na Souza Gomes casais optando por terem apenas um filho. E a razão disso se deve a inúmeros fatores. O alto custo de vida e a precária segurança pública nas cidades são alguns deles.

Também é cada vez mais comum vermos que os jovens optam por escolher constituir família após terem uma estabilidade profissional e financeira. Neste caso, a casa dos pais é a opção mais confortável ou conquistar a tão sonhada liberdade e morar sozinho em um apartamento.

Por outro lado, o valor dos imóveis subiram nos últimos anos. Conforme, basicamente, ao custo da mão de obra e o preço de terrenos em regiões mais atraentes. Para viabilizar as vendas, as construtoras tiveram que se adaptar.

O que vemos são novas propostas de residências. Assim, elas passaram a lançar imóveis mais compactos para que o valor se adequasse as condições do comprador.

O mercado mudou e isso é um fato. Os imóveis antigos, mesmo que em localizações centrais, perdem espaço para os mais novos, que oferecem acabamento moderno e número maior de garagens. Outra vantagem são os diferenciais de projeto como varandas gourmet, espaços integrados e possibilidades de personalização.

Morar como antigamente é diferente. Afinal, o cliente hoje prefere viver em um imóvel novo e moderno, mesmo que para isso tenha que abrir mão de espaço. Até porque ele não tem mais uma família tão grande como era em outros tempos.

 

Um comentário em “Você não vai mais morar como antigamente

  1. Ótima colocação Ricardo. Mas confesso que quando visito determinados imóveis…como antigamente, bate uma certa nostalgia.

O que você achou desse texto?

%d blogueiros gostam disto: