Venda de imóvel com exclusividade da imobiliária: SIM ou NÃO?

Tempo de leitura: 2 minutos

Quando você decide vender um imóvel são várias as decisões a serem tomadas como definir valor, estratégias de venda, formato de marketing, negociação, e, certamente, a melhor maneira de definir isso é procurando a ajuda de um profissional da área, o Corretor de Imóveis, ele tem o conhecimento e a experiência necessária para vender seu bem.

Recentemente falei um pouco sobre a avaliação imobiliária (Veja aqui o texto de avaliações), que é o momento de definir o valor que o seu imóvel será negociado, hoje falo de uma segunda etapa, que é definir como e com quem o seu imóvel deve ser divulgado.

Como já disse, escolher um bom profissional é fundamental para o sucesso de boa negociação, mas esta escolha vem acompanhada de uma outra decisão importante, a venda será EXCLUSIVA DE UMA IMOBILIÁRIA, SIM OU NÃO? Por mais simples que pareça, essa é uma constante dúvida dos meus clientes, por isso, observemos alguns pontos para ajudar nessa decisão.

Particularmente sou um grande defensor da venda com exclusividade, converso sempre com os meus clientes e sugiro a parceria exclusiva pois nesta forma de negociação o vendedor pode avaliar melhor a qualidade dos serviços prestados pelo corretor e imobiliária. Abaixo enumerei alguns benefícios da exclusividade e também sugestões de como você pode cobrar o resultado desse trabalho.

1 – Anúncios diversificados

Seu imóvel não será mais um no mercado e sim “o imóvel”. O corretor fica muito tranquilo com a negociação exclusiva e assim pode trabalhar melhor a divulgação, investindo em vários canais sem riscos de ter o trabalho feito sem colher o resultado.

O que você deve cobrar? Peça ao corretor ou a imobiliária um histórico de onde e como seu imóvel está sendo divulgado, jornais, revistas, internet, sites de busca, mídias sociais.

2 – Divulgação especial

Muitas vezes o comprador tem a sensação de desconfiança ao perceber que um mesmo imóvel está anunciado em várias imobiliárias. Para ele, a ideia é que o vendedor está desesperado para vender ou que o imóvel tem um problema, enquanto, na exclusividade, o conceito é de que o imóvel é especial, único e diferenciado no mercado.

O que você deve cobrar? Se você confiou seu bem ao profissional ele deve corresponder à altura, avalie a qualidade das fotos, se a descrição do imóvel ficou atrativa, coloque-se no lugar do comprador e veja se aquele anúncio te despertaria interesse.

3 – Segurança

Cada vez mais precisamos tomar cuidado com a segurança nossa e da nossa família, então você não vai querer pessoas estranhas entrando na sua casa o dia todo, correto?

Pulverizar o imóvel em várias imobiliárias dificulta o seu controle de quem a visita, tornando assim sua casa muito mais vulnerável.

O que você pode cobrar? Se for uma imobiliária, peça uma relação dos corretores que trabalham na empresa, uniformes também ajudam a identificar o profissional, além da apresentação da carteira funcional do CRECI. Toda visita deve ser agendada previamente por telefone, um corretor de imóveis qualificado não vai bater na sua porta sem avisar.

Concluindo, é importante observar que nem sempre volume de placas e pequenos anúncios espalhados por várias imobiliárias significa resultado nesse ramo, e, pelo contrário, podem ser grandes vilões de uma negociação. Cada imóvel tem que ser tratado como único, da sua avaliação à estratégia de marketing, para que ele atinja de forma eficaz o seu público alvo.

foto blog Ricardo
Ricardo Baccara


Corretor de Imóveis na Souza Gomes Imóveis, na profissão desde 2008.
CRECI 19.268 MG

O que você achou desse texto?

%d blogueiros gostam disto: