Inquilino, você é tão importante quanto o proprietário, sabia?

Tempo de leitura: 2 minutos

Quem trabalha no mercado de imóveis já ouviu algum inquilino se queixando de que a imobiliária está do lado do proprietário. Quem nunca presenciou uma reclamação de que é cobrado muito dos locatários e que eles estão sofrendo injustiças? Mas nada disso é verdade. O inquilino é quem faz o imóvel de aluguel existir, sem ele a relação com o proprietário não existe e o imóvel não tem valor algum.

Combinado não sai caro

O que é primordial para o inquilino saber é que existem regras para alugar um imóvel. Essas regras até podem parecer rígidas no primeiro momento, mas são previstas em lei e servem para proteger ambas as partes.

Para uma locação ser justa, é necessário que o inquilino saiba como essas regras funcionam. Se você é inquilino, veja como você pode se informar:

  • Leia atentamente o contrato de locação;
  • Tire todas as suas dúvidas antes da assinatura;
  • Conheça o imóvel e as condições de moradia já estipuladas

Dessa forma, o “combinado” fará jus às expectativas.

Imobiliária lado a lado com o inquilino e com o proprietário

O inquilino precisa entender que a imobiliária está do lado dele também e que o nosso papel é esclarecer como as regras funcionam. Por isso é importante firmar uma parceria com uma imobiliária confiável e que tenha profissionais que entendam seus questionamentos.

Hoje buscamos fazer com que o proprietário entenda que ter um imóvel bem cuidado, com todos os itens funcionando, é fundamental para que o inquilino se interesse. Afinal de contas, o imóvel alugado é um lar e precisa de qualidade, precisa cumprir o papel a que se propõe. Por isso fazemos questão de manter o proprietário ciente disso.

Atenção na hora de alugar!

Alguns itens são fundamentais e dão proteção ao processo de locação. O primeiro deles é ter uma vistoria bem feita, elencando cada detalhe do imóvel, como defeitos que possam ser cobrados na entrega da casa ou do apartamento.

Outro aspecto importante é sobre prazos e multas. Esses detalhes têm que ser bem entendidos pelo inquilino antes da assinatura do contrato para não haver surpresas. Como, por exemplo, o valor de uma multa rescisória que se feita uma rescisão com pouco de tempo de ocupação. Assim, ninguém irá se assustar com um valor antes acordado.

Tríade de sucesso  

O assunto é extenso, mas hoje foi apenas para dizer a você, inquilino, o quanto sua figura é importante. A imobiliária é sua aliada e tratamos de forma responsável, imparcial e justa esse momento de alugar um imóvel.

Estamos sempre disponíveis para conversar e lhe ouvir para chegarmos a um acordo que sejam bom para a tríade inquilino, proprietário e imobiliária.

Aproveite para se informar sobre como alugar um imóvel em Juiz de Fora com o nosso e-book gratuito clicando aqui! 

Aline ass

Aline Gercia


Aline é Gerente de Locação da Souza Gomes Imóveis

O que você achou desse texto?

%d blogueiros gostam disto: