Entenda como a Geração de Energia Solar pode valorizar seu imóvel

O mercado imobiliário brasileiro possui uma diversidade enorme de agentes. Imobiliárias, corretores, construtoras, investidores e a população de forma geral. Marcado por um forte dinamismo e adaptações, seja qual posição da negociação você ocupar, a valorização de imóveis é sempre um assunto atrativo. Aqui, você descobrirá como a geração de energia solar pode agregar inúmeros benefícios ao seu imóvel.

Mas antes, vamos entender os fatores que atuam nessa valorização:

A dinâmica do mercado imobiliário

O mercado imobiliário é marcado por diversas fases. Em alguns momentos, influenciados pelo cenário político-econômico, o momento pode ser favorável para o investimento na compra de novos apartamentos. Enquanto em outro, o momento favorável é para a venda ou o aluguel. Nesse sentido, o investimento em elementos de valorização agregam diferenciais que podem ser decisivos em qualquer momento do mercado.

Busca por autonomia e liberdade

A burocracia ainda é um elemento que dificulta diversas negociações no país. Nesse sentido, quanto mais independente o cliente se sentir de fatores externos, mais valor é agregado no imóvel. É por isso que a geração de energia solar vai além de uma economia do valor da conta de luz. Sua solução representa também a independência de influências estatais e do cenário político no geral.

O compromisso com o meio ambiente

Muitas pessoas já têm despertado para a necessidade de rever seus hábitos de consumo. Desde a mudança na alimentação, ao tipo de material usado para a construção da casa e modos de descartar o lixo. Nesse sentido, a geração própria de uma energia limpa entra em consonância com essa nova forma de consumir, em que meio ambiente e cotidiano podem e devem se integrar de forma harmônica e não agressiva.

Economia expressiva

É claro que na hora de realizar a compra de um imóvel, todos os fatores que podem representar uma economia é bem vista pelos compradores. É por isso que a geração de energia solar valoriza qualquer tipo de imóvel, pois agrega ao seu morador um investimento que possibilita uma economia real.

Mas, para entender como todo o potencial dessa tecnologia é preciso entender como ela funciona, certo?

O funcionamento da tecnologia

Um dos pontos chave para entender como funciona a energia solar fotovoltaica é ter em mente que essa tecnologia converte os raios solares diretamente em eletricidade. Versáteis, os painéis podem ser utilizados em casas, comércios e até indústrias.

Graças a essa característica, a energia solar fotovoltaica se apresenta como uma alternativa para consumidores que queiram reduzir o gasto energético e optar por uma energia limpa.

De que são feitos os painéis solares?

A grande maioria desses painéis é feita de silício. Ele é o segundo elemento mais abundante, perdendo apenas para o oxigênio. A matéria prima é coletada e transformada em uma espécie de lingote. Depois disso, são feitos os “wafers”, que são, na verdade, fatias deste lingote. A partir daí, temos a célula solar fotovoltaica. Várias dessas células é que compõem o painel solar fotovoltaico.

Em sua composição, o painel ainda conta com: moldura de alumínio, vidro especial, película encapsulante, backsheet (fundo protetor) e a caixa de junção.

Gerando a eletricidade

Atuando com dispositivos semicondutores, a tecnologia solar fotovoltaica capta a luz do sol e a transforma em energia. Gerando, assim, uma corrente elétrica capaz de circular em um circuito externo. Para isso, é usado um inversor que adequa essa energia gerada às características da rede elétrica que utilizamos.  

Mitos e dúvidas

O painel solar funciona na chuva? Sim! Na verdade, o que ocorre é que a geração de energia solar possui um pico de produção, que ocorre quando o sol está em maior atividade. Geralmente, entre às 10h e 15h. Por isso, independente do tempo chuvoso, os raios solares continuam chegando à Terra. O que acontece é que a geração é bem menos intensa do que em um dia ensolarado de verão.

A energia gerada pode ligar minha geladeira, computador e televisão? Sim. Na realidade, a energia gerada é adequada para nosso consumo por meio do inversor, como explicamos anteriormente, podendo ligar qualquer aparelho normalmente. Saiba como é realizada a instalação do sistema.

Versatilidade e crescimento da solução

Em 2017, mais de 7.900 brasileiros já geravam a própria energia por meio dos sistemas fotovoltaicos. Este número expressivo se deu pela Resolução Normativa 687, da Aneel. Ela entrou em vigor em 2016, com o objetivo de flexibilizar a geração doméstica de energia.

A partir de sua aprovação, não é mais necessário que você tenha um painel solar no telhado de sua empresa ou residência para gerar energia e compensar os créditos na tarifa. Dentro das modalidades da geração, há alternativas para quem não possui espaço para a instalação, ou deseja compartilhar a economia gerada pelo sistema, entre outros benefícios.

Abaixo, você descobrirá quais são as possibilidades de geração e encontrar aquela que será mais útil pra você:

Autoconsumo > a instalação é feita no mesmo local em que a energia é consumida.

Autoconsumo remoto > as placas geram energia em um local e é consumida no mesmo. No entanto, o excedente de produção pode ser enviada para outras unidades. Isso por meio de créditos, desde que as outras unidades tenham o mesmo CNPJ/CPF e estejam na área com a mesma Distribuidora de energia.

Geração em Condomínios Comerciais ou Residenciais > a economia gerada com a produção própria de energia é dividida entre os condôminos. Aqui não há a figura do excedente: toda energia gerada é injetada na rede. Assim, os créditos são repartidos entre os usuários.

Geração Compartilhada > permite que empresas, ou até mesmo um grupo de pessoas de diferentes CNPJs ou CPFs se unam (dentro da mesma área da distribuidora) para gerar sua própria energia, compartilhando a economia.

Reunindo economia, valorização do imóvel, segurança no retorno do investimento a geração solar entrega soluções definitivas a empresas de diferentes portes. Com a necessidade de renovação e otimização de gastos, o investimento nessa tecnologia gera benefícios para novos negócios, como a compra e venda de imóveis.

Este conteúdo foi produzido pela Solarion. A empresa busca, por meio da Geração Própria de Energia Solar, oferecer novas soluções e perspectivas que fazem a diferença no bolso e também na conquista dos objetivos da organização. 

O que você achou desse texto?

%d blogueiros gostam disto: