Diferença entre escritura e registro de imóvel: como garantir que o imóvel é seu

A compra do imóvel possui alguns processos bem definidos. Prazos, valores, análises… Mas o principal deles é em relação à documentação. E é aqui que surge a dúvida com a diferença entre escritura e registro de imóvel. Garantir que a documentação esteja em ordem faz com que você, de fato, possa dizer: “esse imóvel é meu”. Então, é preciso ter atenção aos detalhes! Se você nunca fez uma transação como essa, é normal ter confusão com alguns termos. Por isso, confira abaixo tudo o que precisa saber para ter um negociação tranquila.

Transferência do imóvel

Muita gente confunde, mas reconhecer o contrato ou a escritura não quer dizer que o imóvel passou, de fato, de uma pessoa para outra.

Esses documentos são parte de todo esse processo da compra, ok? Vamos lá ao que interessa!

Um resumo para os mais apressados

Se você está aqui para ter uma resposta rápida sobre a diferença entre escritura e registro de imóvel, veio ao lugar certo. Resumimos sem demora! Mas, se você deseja mais informações, vamos aprofundar o assunto abaixo.

Nesse sentido, veja resumo prático para você:

  • A escritura oficializa a negociação do bem imóvel que foi acordado no contrato de compra e venda.
  • A casa ou apartamento só é de fato transmitido ao novo dono quando se concretiza a negociação com o registro no cartório.

Cartório de Registro de Imóveis

Esse cartório é diferente daquele onde as pessoas fazem casamentos, viu?

É lá que estão os arquivos de todos os imóveis da competência dessa região. Por isso que é comum falar a matrícula da casa ou apartamento, para identificação perante o cartório.

Atenção ao detalhe: só é dono do imóvel aquela pessoa que garantiu a legalidade perante o Cartório de Registro de Imóveis. Ou seja, aquela pessoa que tem o Registro desta Escritura na matrícula do imóvel. Se você comprou, mas não tem essa importante comprovação no cartório, cuidado. Você pode ter sido enganado.

Sabe por quê? Sem o registro, alguém pode vender o mesmo imóvel para mais de uma pessoa.

Já falamos sobre esse risco aqui no blog, clique e confira.

Escritura

Já falamos sobre ela, mas não custa repetir, não é mesmo?

O contrato de compra e venda é relevante e firma o interesse na negociação. Mas é com a escritura que as partes envolvidas (comprador e vendedor) seguem com o negócio e registram em cartório para deixar tudo dentro da lei.

Passo a passo da negociação

Depois do contrato de compra e venda, ficou claro como funciona essa “linha do tempo” até o encerramento da venda? Tudo bem se você ainda não estiver habituado com esse processo.

Para deixar essa compreensão um pouquinho mais detalhada, o vídeo abaixo reafirma a diferença entre o contrato de compra e venda, escritura e registro na ordem em que acontece cada passo.

Ah, com uma análise super importante: o processo muda quando o pagamento é à vista e quando o pagamento é por meio de financiamento bancário, ok? Confira:

Prazos na diferença entre escritura e registro de imóvel

No vídeo acima, você conferiu que existe uma ordem cronológica para que a negociação aconteça respaldando todas as partes envolvidas: vendedor, comprador, imobiliária, corretor de imóveis e até mesmo a instituição bancária no caso do financiamento.

Com isso, uma coisa que todo mundo quer saber sobre diferença entre escritura e registro de imóvel é em relação ao prazo. Quem compra, já quer logo se mudar para a casa nova com toda a documentação em dia. Quem vende, já está pensando no próximo investimento e, em muitos casos, também vai se mudar para um novo endereço.

Então, em quanto tempo, de fato, o imóvel é legalizado em nome do comprador?

O vídeo abaixo esclarece o prazo que envolve o processo de compra e venda do imóvel, incluindo o registro, contrato e escritura:

O objetivo deste post é esclarecer que, sim, a compra e venda de um imóvel é um processo detalhado visto a segurança de que tudo está dentro da lei. Assim, você fica tranquilo de que fez um bom negócio e pode seguir com os novos planos familiares ou de investimento imobiliário.

Ficou alguma dúvida? Deixe seu comentário!

Thaiza ass

Thaiza Gribel


Thaiza é jornalista e Assessora de Comunicação da Souza Gomes Imóveis

O que você achou desse texto?

%d blogueiros gostam disto: