Como fazer o financiamento do imóvel: passo a passo completo

Para a aquisição de um novo lar, o financiamento do imóvel é uma alterativa cada vez mais aproveitada pelos clientes. Com parcelas que cabem no orçamento familiar, as pessoas usufruem principalmente dos novos empreendimentos que estão chegando com muita força nas cidades.

Para você não ficar de fora, separamos as principais informações em três etapas! Saiba como funciona antes, durante e depois do financiamento do imóvel em uma instituição bancária. Dessa forma, você fica de olho nos prazos, requisitos e processos para garantir a casa nova com tranquilidade e economia.

Cuidados antes do financiamento do imóvel 

Previamente à decisão sobre o financiamento do imóvel, é indicado conhecer algumas práticas do mercado e algumas dicas sobre essa transação. De tal forma, quando o processo já estiver correndo, você está seguro sobre a sua decisão e pode se preocupar apenas com a mudança para o novo lar.

Por isso, anote aí as orientações:

1. Relacionamento com o banco

Você pode ter o financiamento do imóvel na sua instituição bancária de interesse. A liberdade de escolha é fundamental nesse processo.

Contudo, o relacionamento com o banco pode influenciar em algumas condições para você fazer o financiamento do imóvel.

Ficou na dúvida sobre esse assunto? Confira o vídeo abaixo e já se programe:

2. Restrição no nome

É comum ficar em dúvida sobre a aprovação de crédito para financiamento do imóvel para quem tem o “nome sujo” ou com alguma restrição.

Tema delicado, realmente. Mas que tem solução! Quer saber como funciona nesse caso? só dar o play:

3. Simulação de financiamento

A gente sabe que cada cliente tem uma história de vida. Cada um tem uma renda diferente e tem necessidades diferentes, principalmente quando o assunto é imóvel.

Por isso, um corretor de imóveis pode simular com você quanto fica a sua entrada e a sua parcela de acordo com os seus rendimentos mensais. Tudo de forma bem personalizada e no seu banco de interesse.

Dessa forma, não deixe de fazer a simulação para entender melhor as suas possibilidades de compra.

4. Escolha da melhor taxa

Outro ponto muito importante antes de você decidir sobre o financiamento do imóvel é em relação às opções e benefícios apresentados pela instituição escolhida.

São várias possibilidades (e elas vão além da Caixa Econômica, viu?):

Além de levar em conta o relacionamento, pesquise sobre as taxas de juros, prazos para financiamento, enfim, se informe sobre qual banco é o melhor para você.

Aliás, reunimos as taxas de financiamento imobiliário atualizadas para a sua comparação:

Quais são as taxas de juros para imóveis? Veja os valores atualizados

5. Soma da renda para o financiamento do imóvel

Esse é um recurso muito interessante para você que está em busca de um novo lar.

Somar a renda com o cônjuge, amigo ou familiar é uma prática aceita pelos bancos e faz com que as parcelas não fiquem tão pesadas, não é mesmo?

É mais uma alternativa para você garantir o imóvel que tanto deseja! Confira o vídeo sobre como fazer isso:

6. Diferença entre renda formal e informal 

Se você optou pelo financiamento do imóvel sozinho, tem que ficar de olho sobre a comprovação da sua renda.

É cada vez mais comum que as pessoas tenham ganhos financeiros informais, seja em “bicos”, trabalhos freelancers ou sem a carteira assinada com aquele tradicional vínculo empregatício.

E quem disse que essa nova forma de trabalho te impede de comprar um imóvel?

Temos outro vídeo só sobre a diferença entre a renda formal e informal, não deixe de aproveitar:

Atenção na aprovação do financiamento do imóvel

Pronto. Instituição financeira escolhida, é hora de prosseguir com o financiamento do imóvel.

Logo, logo você já estará curtindo o seu tão desejado cantinho, mas o processo continua.

Papel e caneta ainda na mão para você anotar todas as informações? Elas vão te fazer falta

1. Documentação

Para dar andamento com o financiamento do imóvel, a documentação é um dos pontos mais importantes.

Tudo tem que estar dentro dos conformes, combinado? Caso contrário, nada feito!

O vídeo abaixo tem tudo a ver com esse momento: não, a documentação não é um bicho de sete cabeças e a gente te explica porque ela mais fácil do que parece:

2. Financiamento negado: o que aconteceu?

O processo de financiamento do imóvel agora ficou à cargo do banco validar ou não o seu requerimento. E aí, logo em seguida, você recebe a notícia de que o seu financiamento foi negado.

Sim, infelizmente a instituição financeira veta algumas solicitações de financiamento. Por isso, é preciso entender o que aconteceu em cada caso.

Já foi citado acima as implicações relativas a restrição no nome e a comprovação de renda, mas outros fatores também influenciam nessa negativa do financiamento.

Listamos tudo o que precisa saber diante de um financiamento bancário negado, clique abaixo e confira:

O financiamento bancário do imóvel foi negado? Saiba o que fazer

Detalhes depois de fazer o financiamento de imóvel

Pronto, seu financiamento do imóvel foi aprovado. Que alegria! Agora você está tranquilo de que não precisa se preocupar com mais nada.

Ué, será mesmo que é só isso? Realizar os pagamentos na data certa e pronto?

Na teoria, sim. Contudo, outros questionamentos podem surgir depois que o seu financiamento do imóvel foi aprovado. Dessa forma, vale a pena conferir algumas últimas dicas úteis para você que agora tem um financiamento ativo.

Vamos à elas abaixo!

1. Parcelas congeladas

Imprevistos acontecem, principalmente financeiros, que desestruturam o planejamento familiar em relação às contas da casa. Mas, mesmo diante de uma situação delicada como essa, a prestação do imóvel continua correndo. E agora?

Muita gente não sabe, mas é possível “pausar” a cobrança das parcelas do seu financiamento.

Mas já fique ciente de que existem alguns critérios que você deve seguir, combinado? Veja no post abaixo o que fazer para congelar as prestações.

Dá para congelar as parcelas do financiamento do imóvel?

2. Novo cálculo para as taxas de juros 

As instituições financeiras constantemente anunciam mudanças nas suas taxas de juros. É uma estratégica intimamente ligada com o momento do mercado e fique sabendo que é algo comum.

Isso quer dizer que a taxa de juros que você tem no seu financiamento nem sempre será a praticada pelo banco atualmente, tanto para mais quanto para menos.

Então, se mudou a taxa do banco, dá para mudar a taxa que você paga no seu financiamento? Mesmo que acordada em um contrato com data anterior? Não é bem assim e o gerente de vendas da Souza Gomes  te esclarece o motivo em vídeo:

3. Atraso no pagamento das parcelas

Falando em momentos financeiros de maior dificuldade, em casos mais extremos acontece o atraso no pagamento das parcelas do seu financiamento do imóvel.

Em resumo, as consequências da dívida podem atrapalhar os seus planos de garantir a casa própria. É preciso cuidado e agilidade diante dessa situação. Então, o post abaixo traz em detalhes do que fazer se você não pagar o financiamento do imóvel em dia.

Atraso no pagamento do financiamento imobiliário: quais são os riscos e soluções

4. Venda de imóvel que está financiado

O bem imóvel não é duradouro como antigamente pois as oportunidades e necessidades dos moradores também mudaram

Desse modo, mesmo o imóvel que está com o financiamento bancário ativo, com as suas parcelas sendo quitadas, ele pode sim ser vendido com segurança e tranquilidade.

Se chegou a hora de mudar novamente, existem quatro situações distintas que podem garantir essa transação imobiliária. O pagamento pode ser feito à vista, através de outro financiamento, somando um valor em dinheiro e um financiamento e, por fim, por meio de uma permuta.

Se esse é o seu caso, não pode deixar de clicar no post abaixo:

Guia completo para vender um imóvel com financiamento bancário ativo

Se ficou alguma dúvida sobre como fazer o financiamento do imóvel, é só deixar um comentário abaixo ou então acompanhar as novidades da Souza Gomes Imóveis.

Thaiza ass

Thaiza Gribel


Jornalista e Assessora de Comunicação da Souza Gomes

Um comentário em “Como fazer o financiamento do imóvel: passo a passo completo

O que você achou desse texto?

%d blogueiros gostam disto: